Tailo Mateus Gonsalves

I’m a software developer, minimalist who is passionate about helping people become more capable and productive with good habits.

I created this website in order to share my experiments in becoming a more effective and explores what it means to live a good life.

Minha revisão anual de 2019

Coisas que aconteceram em 2019

Esta revisão anual responderá a três perguntas.

  1. O que ocorreu bem este ano?
  2. O que não ocorreu tão bem este ano?
  3. O que eu aprendi?

Essas perguntas foram baseadas na revisão anual do James Clear. Essa é a minha primeira revisão anual, sempre é bom ter uma base de algo que funciona para outra pessoa. Isso não quer dizer que nos próximos anos, tudo isso não seja readaptado conforme a minha realidade e meus questionamentos.

Embora seja pessoalmente útil refletir sobre o ano, isso também mostra em quais pontos tenho que melhorar no próximo e no que continuar trabalhando.

1. O que ocorreu bem este ano?

Vamos começar com as coisas boas.

Escrita. Sinceramente esse é um tópico que não ocorreu tão bem, mas ao ler em um texto sobre hábitos que dizia: “É melhor fazer menos do que você esperava do que não fazer nada”. Meus números não foram tão bons quanto outros anos, mas mesmo assim me orgulho muito de alguns artigos.

Minimalismo. Este pode ser um tópico estranho em uma revisão, mas em 2019 tentei entender o estilo de vida que vou seguir. Eliminei algumas coisas desnecessárias da minha vida, inclusive analisei com carinho meu guarda-roupa. Doei algumas peças de roupas que não usava mais por simplesmente não gostar delas, e tenho certeza que pude ajudar alguém. É incrível como tentamos (estou incluso) mudar o mundo, quando é muito mais fácil e eficaz ajudar apenas uma pessoa.

Cross Training. Em 2019, exercitei-me aproximadamente 97 vezes para uma média de 8 treinos por mês. Esses números são realmente bons para mim, é o ano mais consistente em relação à exercícios. E apesar de possuir grande dificuldade em ganhar peso, o resultado obtido foi mais de 6 kg adquiridos, superando qualquer expectativa que tive em janeiro.

Corrida. Além dos exercícios, ainda fiz alguns treinos de corrida (não registrado a quantidade). Mas ao todo participei de 5 competições de corrida de rua em 5 km/6 km e 10 km, meu melhor tempo foi 23: 35 em 5 km.

Leitura. Este tópico ultrapassou as minhas expectativas. Consegui ler 21 livros totalizando 4,729 páginas, acredito que essa marca só foi alcançada, devido a quantidade de bons livros escolhidos. Alguns livros classifiquei como 5 estrelas (nota máxima) no Goodreads e de alguma forma me marcaram. Alguns dos meus favoritos foram:

Conhecimento. Após anos adiando a necessidade de aprender o idioma mais falado do mundo, esse ano foquei realmente no Inglês. Como todo iniciante tentei encontrar o melhor método, aquele para ficar fluente em 6 meses. A melhor resposta que encontrei: “A verdade é que um hábito deve ser estabelecido antes que possa ser melhorado. Se você não consegue aprender a habilidade básica de comparecer, então tem pouca esperança de dominar os detalhes mais sutis”. Além de todo o tempo estudado sozinho, tive 140 aulas no Italki com estrangeiros.

Desde 2013 estou trabalhando com desenvolvimento de software, e além de todos os artigos lidos sobre computação, ainda consegui fazer 2 cursos na Udemy, entre eles:

Hábitos desenvolvidos. “Mudanças que parecem pequenas e sem importância a princípio terão resultados notáveis se você estiver disposto a persistir nelas por anos”, desenvolvi algumas estratégias para deixar as coisas menos difíceis, por exemplo, antes de começar a trabalhar encher uma garrafa de água e deixar na minha mesa. Mas a grande mudança para mim foi remover o uso do computador fora do horário de trabalho, principalmente à noite, isso fez com que fosse mais cedo para a cama. Consequentemente consegui levantar mais cedo e tomar café da manhã. Isso é um efeito dominó, quando um bom hábito acaba gerando outros.

2. O que não ocorreu tão bem este ano?

E agora as coisas não tão boas.

Gerenciamento das tarefas. Em 2019, perdi muito tempo tentando encontrar o método perfeito para gerenciar as coisas para fazer. Passei alguns meses insistindo em recriar listas, sendo que ficava ainda mais ansioso com elas. Não estava entendendo que para ter um bom resultado, deveria insistir nas coisas por um tempo maior que apenas uma semana. Acredito que após ler o livro Hábitos atômicos, trouxe um pouco de paz para a minha mente.

Falando. Definitivamente, esse não foi um bom ano para o desenvolvimento da minha oratória. Sinto que preciso falar mais com as pessoas, expor as minhas ideias e comunicar melhor com os outros.

Viagem. Boa parte do ano, estivesse comprometido em economizar dinheiro para um futuro intercâmbio no próximo ano. Isso foi um impedimento para estar em outros lugares e fazer coisas diferentes. Espero que em 2020 esse problema seja superado.

Nutrição. Acredito que tenho uma dieta razoavelmente saudável, mas, muitas vezes consumo mais açúcar do que realmente deveria. É muito difícil mudar algo quando temos muitos estímulos. Em 2020 vou utilizar a minha energia e o meu autocontrole para otimizar o ambiente. Também sinto que a nutrição é o elo que falta para mim quando se trata de uma vida mais saudável. Estou feliz com meu progresso nos treinos físicos, hidratação e noites de sono. Mas sinto que ainda tenho muito para melhorar ao comer.

3. O que eu aprendi este ano?

Algumas das minhas principais lições deste ano incluem:

O que é o sucesso. “Sucesso é deixar o universo saber o que você quer e trabalhar para isso, deixando de lado como isso pode acabar”. Essa é a melhor definição que encontrei. O sucesso é relativo e dificilmente vai encontrar uma boa resposta em vídeos do YouTube.

Lugares que não queremos estar. Muitas vezes nossa mente cria uma pré opinião sobre algumas coisas, como se um evento vai ser ruim ou não. Podemos ser surpreendidos, porém só saberemos se participarmos e estarmos presentes.

Identificar e entender a personalidade. Nem todos os métodos de aprendizado vai funcionar para todas as pessoas. Não existe uma fórmula do sucesso. Você deve criar hábitos conforme o melhor para ti, e não o mais popular.

Cubo mágico. A ideia principal para resolver o cubo é pensar em um prédio. Começa construindo a base, depois pensa em subir as paredes.

Rotina matinal. Se você possui uma vida normal e não tem 4 horas para criar um ritual matinal longo, não se preocupe. É possível iniciar o dia dedicando apenas alguns minutos para si mesmo. Para mim é importante ter:

  • Higiene
  • Tomar café da manhã
  • Hidratação
  • Exposição ao sol
  • Leitura